Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

MARTA ALVES

Canal do Blog no YouTube

TV diário do Sertão Ao Vivo

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Blog do Djacir Pereira

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Pauliano Tomaz

Em Santana dos Garrotes: Neto Caica anuncia sua pré-candidatura a vereador pelo lMDB

Em Santana dos Garrotes: Neto Caica anuncia sua pré-candidatura a vereador pelo lMDB

O comerciante do ramo da Construção, Neto Caica, filho do saudoso comerciante, Zé Caica,...

Genival Lacerda recebe alta após sofrer AVC no Recife

Genival Lacerda recebe alta após sofrer AVC no Recife

Paraíba OnlineDepois de sofrer um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVC), O...

Caixa abre mais de 2 mil agências para saque de auxílio emergencial

Caixa abre mais de 2 mil agências para saque de auxílio emergencial

Agência Brasil - A Caixa abre hoje, sábado (30), de 8h às 12h, 2.213 agências para...

Com mais 879 casos confirmados nas últimas 24h, Paraíba já superou a marca dos 12 mil casos de coronavírus

Com mais 879 casos confirmados nas últimas 24h, Paraíba já superou a marca dos 12 mil casos de coronavírus

O boletim epidemiológico diário que é divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde da...

FORROJÃO 2019 #TBT

HRPI_Coronavírus

A secretária de Saúde de Princesa Isabel, Nininha Lucena, afirmou nesta terça-feira (31) que o Hospital Regional de Princesa Isabel (HRPI), administrado pela Prefeitura, implantou na última sexta-feira (27) uma divisão de triagem para atender pacientes que apresentam sintomas da Covid-19, com a finalidade de identificar e redirecionar os atendimentos com rapidez e eficiência.

Ela explicou que a área inferior do HRPI foi dividida em duas alas, sendo uma para pacientes com síndromes respiratórias e sintomas gripais – eventuais suspeitos de coronavírus. A outra mantém o atendimento normal da unidade hospitalar.

De acordo com Nininha Lucena, o HRPI já dispõe de sete leitos exclusivos para pessoas com quadro suspeito do novo coronavírus, com pontos de oxigênio e isolados. Desses leitos, um conta com respirador pulmonar mecânico para casos que demandem cuidados mais intensivos.

Apesar das limitações estruturais do HRPI, a secretária assegurou que a unidade já formatou um plano emergencial, caso aumente a procura por mais leitos para a doença.

“O HRPI não é referência para atendimento de pacientes suspeitos do Covid-19 com quadro clínico agudo, sendo apenas porta de entrada para o cuidado inicial e estabilização. Caso seja preciso, o paciente será encaminhado para uma unidade de referência ou, em algumas situações, para o isolamento domiciliar”, acrescentou.

“A Prefeitura de Princesa Isabel, por meio do HRPI, se antecipou em adotar medidas e ações, seguindo as orientações e protocolos do Ministério da Saúde e da SES ( Secretaria de Estado da Saúde). A SES, por sinal, já definiu as unidades de referência na Paraíba”, finalizou.

Sobre o assunto, a Prefeitura de Princesa Isabel divulgou ontem (30), nas redes sociais (30), Nota Técnica do HRPI detalhando o funcionamento da unidade com a implantação do serviço de triagem do novo coronavírus.

Veja abaixo a íntegra da comunicação postada nas redes sociais. Blog do José Duarte Lima

Nota Técnica-Prefeitura de Princesa Isabel

NOTA TÉCNICA 
HOSPITAL REGIONAL DEPUTADO JOSÉ PEREIRA DE LIMA

Vislumbrando a transparência em todas nossas ações à frente do HRPI, como veiculado nos meios de comunicação da Prefeitura Municipal de Princesa Isabel (inclusive como matéria no dia 28/03), já possuímos um fluxograma de atendimento aos possíveis casos suspeitos do COVID-19 (Corona Vírus), implantado em 27 de março de 2020, onde organizamos uma triagem específica, afim de identificar e redirecionar os atendimentos com eficácia e rapidez. Dividimos o HRPI (parte inferior) em 2 alas, uma para pacientes com Síndromes Respiratórias, sintomas gripais, possíveis suspeitos do COVID-19, após o país ter sido considerado Estado de Transmissão Comunitária, e a outra ala para as demais patologias, demais urgências e emergências que já atendemos habitualmente. Hoje contamos com 7 leitos, exclusivos para suspeitos de COVID-19, leitos com pontos de Oxigênio e Isolamento, de acordo com as nossas limitações estruturais. Dos 7 leitos, um está equipado com Respirador Pulmonar Mecânico, para os pacientes mais críticos que necessitem de cuidados intensivos. Uma informação importante à todos é que o HRPI não só receberá pacientes suspeitos do COVID-19, recebemos diariamente gestantes em trabalho de parto oriundas das 7 cidades que englobam a 11ª Macrorregião da Paraíba, também recebemos solicitações diárias de internamentos para as mais variadas patologias, a exemplo: Pneumonias, Insuficiência Cardíaca Crônica (ICC), Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCi), Insuficiência Renal Crônica (IRC), Erisipela Bolhosa e tantas outras doenças que necessitem de cuidados da enfermagem e medicações de uso restrito em hospital, não podemos simplesmente ignorar esses pacientes e limitar suas internações, eles também necessitam de atenção e cuidados.

Somos responsáveis por cuidar da saúde de todos que nos procuram, por isso temos a responsabilidade de cada passo dado ser discutido internamente e após, de forma plausível ser colocado em prática, precisamos trabalhar em parceria, com propostas cabíveis as nossas limitações estruturais de forma que a população assistida seja acolhida da melhor maneira possível.

Hoje temos esse fluxograma de acolhimento montado em nossa unidade hospitalar, associado a ele já temos também um plano emergencial, caso necessite de mais leitos, de maiores cuidados.

É importante deixar sempre claro à toda população que não somos referência para o atendimento de pacientes suspeitos do COVID-19 com agravamento; somos uma das portas de entrada para o primeiro atendimento e estabilização. Se necessário, o paciente seguirá para um hospital de referência ou então será indicado o isolamento domiciliar. Esse fluxograma não é exclusivo do HRPI, é a orientação do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba, a qual definiu seus hospitais de referência e cabe a nós seguir as orientações.

Princesa Isabel, 30 de março de 2020.

Sandro Ferreira da Luz 
Diretor Geral do HRPI

Dr. Wagner da Silva Leite 
Diretor Clínico do HRPI