Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

CANTINHO DO LANCHE

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

TV diário do Sertão Ao Vivo

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Visualizações

contador de acesso
Cantor Louro Santos morre em decorrência da Covid-19

Cantor Louro Santos morre em decorrência da Covid-19

O cantor de forró e compositor pernambucano Louro Santos, de 49...

Acidente deixa um morto entre Tabira e Solidão

Acidente deixa um morto entre Tabira e Solidão

Um acidente na tarde deste domingo (22) causou um óbito na rodovia PE-309, que liga...

Mais 192 casos e quatro óbitos por Covid-19 são confirmados na Paraíba

Mais 192 casos e quatro óbitos por Covid-19 são confirmados na Paraíba

Na Paraíba foram confirmados mais 192 casos da Covid-19 e quatro óbitos desde a última...

Investigação aponta que ele cometeu cerca de 10 homicídios no município de Catolé do Rocha e cidades vizinhas

Um homem de 24 anos que estava foragido foi preso em Campina Grande nesta sexta-feira (9) com um revólver calibre 38 carregado. Ele é suspeito de cometer um duplo homicído na cidade de Brejo do Cruz. De acordo com a Polícia Civil, a investigação aponta que ele cometeu cerca de 10 homicídios no município de Catolé do Rocha e cidades vizinhas. O homem também era foragido da cidade de Patu, no Rio Grande do Norte, onde estava preso em regime semiaberto por outro homicídio.

Ele foi preso no Posto da Farinha, da Polícia Rodoviária Federal. Segundo a polícia, o homem escondia em Campina Grande há cerca de 4 meses. A investigação também aponta o suspeito como membro de uma das duas facções criminosas que juntas cometeram mais de 30 homicídios na cidade de Catolé do Rocha, somente em 2020.

Conforme informações do delegado Sylvio Rabelo, o homem é foragido da cidade de Patu, no Rio Grande do Norte, onde cumpria regime semiaberto por outro homicídio. Ele estava em liberdade por causa da pandemia de Covid-19 e usava tornozeleira eletrônica, há cerca de 5 meses passou a ser foragido. O delegado diz que ele teria quebrado a tornozeleira.

O duplo homicídio aconteceu em 29 de setembro, na rodovia estadual PB-293, que liga as cidades de Brejo do Cruz e Belém do Cruz, no Sertão do estado. As vítimas foram identificadas como Wênio Linhares da Costa, de 18 anos, e Ronivon Batista da Silva, de 43 anos.

A Polícia Militar (PM) foi chamada após disparos de armas de fogo e, ao chegar ao local, encontrou o corpo de Wênio ao lado da pista, com vários disparos na cabeça.

A Delegacia de Homicídios de Campina Grande, integrante da Força Tarefa que prendeu este suspeito, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal e a inteligência da Polícia Civil, informa que as investigações continuam em Catolé do Rocha, realizando ações, operações e as prisões necessárias.

O suspeito foi encaminhado para o Presídio do Serrotão em Campina Grande.

G1 PB